Um terço dos tribunais já está integrado à Plataforma Digital do Poder Judiciário

O Programa Justiça 4.0, executado mediante parceria entre CNJ e PNUD, acompanha o processo de integração

Posted 21 de July de 2022
Crédito: World Bank Photo Collection (CC BY-NC-ND 2.0)

A Plataforma Digital do Poder Judiciário já integra os sistemas de processo eletrônico de 32 tribunais em todo o país: o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o Tribunal Superior do Trabalho (TST), nove tribunais de Justiça e 21 do Trabalho.

Esses órgãos realizaram a implantação do Codex e dos três serviços estruturantes da Plataforma Digital – autenticação, marketplace e notificações –, promovendo a integração, a essa plataforma, de todas as bases processuais dos sistemas eletrônicos em uso. Os demais tribunais seguem em avanço para conclusão do processo de integração. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio do Programa Justiça 4.0, executado em parceria com o PNUD, acompanha o progresso de cada um.

A Plataforma Digital está promovendo a integração de 14 sistemas de processo eletrônico. Por meio de um único login no sistema processual, as pessoas terão acesso, por meio do marketplace, aos demais sistemas de tramitação e a diversas aplicações e serviços que auxiliam o trabalho de juízes, juízas, servidores e servidoras, como o SisbaJud, o JuMP e novos módulos como o PrevJud e Sniper, que estão sendo desenvolvidos pelo Justiça 4.0.

A instalação do Codex, que extrai dados dos processos judiciais eletrônicos em tramitação nos tribunais, transformando-os em texto e dados estruturados, resultou, até então, no envio e armazenamento de mais de 47 milhões de processos ativos da Justiça. A solução já está implantada em 49% dos tribunais brasileiros.