Na Guiné-Bissau, a promoção da participação política das mulheres começa a nível local

Posted 22 de June de 2022
Joana Rodrigues/UNDP Guiné-Bissau

O PNUD trabalha com as autoridades nacionais da Guiné-Bissau e com organizações de mulheres e jovens para promover a participação política das mulheres.

O Conselho das Mulheres está atualmente a trabalhar para elaborar uma Agenda Comum para a participação política das mulheres e raparigas jovens, e para isso é crucial entender os desafios atuais que as mulheres enfrentam em termos de participação política no país.

Em maio, a organização reuniu líderes tradicionais e religiosos e membros de organizações da sociedade civil, incluindo organizações de mulheres e raparigas das região leste da Guiné-Bissau (Bafatá e Gabú), para refletirem sobre estes desafios e encontrarem possíveis soluções para os mesmos.

Rever a Lei da Paridade; mobilizar fundos para mulheres e meninas durante o processo eleitoral para reduzir a assimetria económica nas eleições; e reduzir as barreiras socioculturais e sensibilizar os homens, especialmente líderes tradicionais e religiosos, sobre os direitos políticos das mulheres e das jovens foram as três principais soluções apresentadas após os dois dias de encontro.

O PNUD também apoiou o Ministério da Mulher, Família e Solidariedade Social num encontro de dois dias que reuniu mulheres e jovens da região leste da Guiné-Bissau. O objetivo principal foi coletar contribuições de organizações de mulheres para atualizar o Plano de Ação Nacional para Implementação da Resolução 1325 do Conselho de Segurança, para que este reflita melhor o contexto local e os seus desafios. 
 

Joana Rodrigues/UNDP Guiné-Bissau